2.12.08

TRABALHANDO A CULTURA NO DIA A DIA

Trabalhando a Cultura no Dia-a-dia
Marcelino Rodriguez

Se eu disser como se pode adquirir uma cultura bastante razoável com uns cinco minutos por dia, as pessoas talvez se surpreendam. Vamos imaginar o seguinte. O livro mais importante ao menos pra essa parte do mundo em que estamos, digamos de procedência Cristã, é a Biblia. Não pense que cito a Biblía, embora seja um crente espiritualista, com nenhuma intenção dogmática. A intenção do meu trabalho é apenas a de plantar sementes de crescimento moral e intelectual, dentro da experiência que tenho na prática da cultura e do desenvolvimento pessoal humano. Vamos ficar ,a título de exemplo , com os livros do Novo Testamento, que em geral os Evangelhos de Marcos, Mateus, Lucas e João possuem vinte e poucos capítulos. Eu li todo o Novo Testamento dessa maneira: era um capítulo diário. Em menos de um mês você termina um Evangelho. Em menos de dois anos você passa a conhecer todo o Novo Testamento, o que na prática e de maneira subjetiva irá te enriquecer muítissimo com relação a psicologia profunda e ao mundo simbólico do inconsciente. Além do mais, a prática desse pequeno esforço cultural diário irá fortalecer a auto-estima de quem o pratica. As pessoas que possuem a alto-estima mais elevada são aquelas que fazem um esforço consciente para crescer. Citei a Biblía para mostrar a simplicidade do método, porque além de ser o livro mais importante, a Biblía é por si só uma cultura e uma fundadora de culturas. Uma pessoa que viva num país que tem uma crença predominante e não conhece as bases dessa crença é uma pessoa ignorante, egoísta, que só se interessa por si mesma. Aliás, os intelectuais e líderes superiores sejam cientistas ou artistas possuem um conhecimento global e eclético, ainda que externem uma ou outra opinião. Finalizando: quem diz não ter tempo pra ler, mente. Cinco minutos é o suficiente pra que em pouco tempo uma pessoa aprenda bastante coisa todos os dias. Os país e mestres que adotarem esse método a seus jovens estarão plantando sementes extraordinárias para o futuro.
TRECHO DE FORMANDO UM PAÍS DE LEITORES

2 comentários:

Marcelino Rodriguez disse...

TESTANDO

Bete disse...

Gostei muito do texto "trabalhando a cultura no dia a dia", isso foi uma coisa que eu aprendi fazer com tempo, o que me trouxe muito conhecimento e maturidade para enfrentar o meu dia a dia.